Rómulo de Carvalho dixit

«...eu nunca votei. Eu não acredito nos seres humanos. Não acredito na capacidade de os homens fazerem qualquer coisa socialmente boa. Só são capazes de fazer qualquer coisa segundo os seus interesses pessoais. Ou seja fascismo ou seja democracia, ou seja o que for, os homens ou aproveitam a dureza do fascismo para obrigarem os outros a fazerem aquilo que desejam, ou aproveitam a liberdade da democracia para fazerem o que podem em seu proveito.»

Rómulo de Carvalho (António Gedeão) num documentário da RTP (todas as partes disponíveis no Youtube) rodado poucas semanas antes da sua morte.

Recomendo a visualização de todo o documentário mas as declarações acima transcritas encontram-se pouco depois dos 7m30s deste excerto.

Infelizmente concordo com este grande senhor, lembra-me de uma frase de Lech Wałęsa que me marcou: "Eu sou egoísta e preguiçoso, mas fomos nós, os preguiçosos, que inventámos a bicicleta para não termos de andar a pé."

1 comentários:

Manuel disse...

O Cormack MacCarthy subscreve concerteza

Enviar um comentário