Os livros que eu gostaria de ter publicado em 2009 mas foram publicados por outros - (5)


Hitler - Ian Kershaw - Dom Quixote

Em meados deste ano tinha recomendado à minha namorada, que gosta de boas biografias, a edição inglesa que encontrei no meio dos saldos da FNAC, era um calhamaço de mais de 2000 pp. sobre o qual já tinha lido muito. Confesso que nunca pensei ver este livro editado por estas bandas.

Agora percebi que a edição portuguesa tem por base uma edição "reduzida" - o que até compreendo e aceito já que a mesma foi preparada pelo próprio autor.

Para além de ser uma grande biografia em todos os sentidos, falamos do homem que realmente mudou mais radicalmente a face do nosso mundo europeu. Além disso é o símbolo perfeito de como a ignorância e a falta de orientação podem alimentar monstros, monstros que existem porque precisamos deles naquele momento.



O poema, a viagem, o sonho - Arménio Vieira - Caminho

Confesso-me mau conhecedor de literatura africana. Contudo, aqui há uns anos, li o grande livro que é "O eleito do Sol", uma obra que continua a fazer parte dos meus favoritos.

Neste volume Arménio Vieira resume de forma brilhante a esência das temáticas poeéticas da humanidade. Aproxima-se em momentos de Manoel de Barros nas suas "Memórias de Infância", na forma, na construção e na mensagem embora a "narrativa" do poema nada tenha de comum.


Utopias Piratas - Peter Lamborn Wilson - Deriva

Os piratas enquanto anarquistas libertários, a pirataria enquanto forma de escapar aos dogmas sociais e religiosos. Um ensaio histórico de grande qualidade que aborda as relações polifacetadas entre a ideia de pirata enquanto escumalha e a realidade da multitude de aspectos que levaram as mais estranhas personagens a aderir a essa prática que se desenrolava à margem da civilidade convencional.

0 comentários:

Publicar um comentário