Estes são, efectivamente, os dias do Fim...

Com os meus horários desorganizados de português desempregado, cheguei há pouco a casa e, enquanto comia, liguei a televisão (coisa rara). Antes de ter capacidade de reacção e perceber que estava ante o programa do Dr. Phil, fiquei a saber que há um tipo nos Estados Unidos que tem um negócio online em que as pessoas lhe pagam para fazer telefonemas e romper relações, dar más notícias ou mesmo pedir o divórcio.

Conjugando esta informação com o facto de hoje de manhã, pela primeira vez em 35 anos de vida (e a experiência conjugada de milhões de seres humanos), ter deixado cair uma torrada e esta tombado com o lado barrado com manteiga para cima, é de concluir que estamos efectivamente próximos do fim do mundo.

0 comentários:

Publicar um comentário