Status Quoi?

Pude confirmar hoje - já tinha ouvido - que, de acordo com dados da GFK, durante a minha estada na Babel fui o editor com mais vendas efectivas e portanto o que mais dinheiro deu à editora. Não estou contente pelo factor dinheiro nem nunca tive qualquer pretensão a concorrer com os meus colegas. Mas sinto-me verdadeiramente orgulhoso porque posso provar um ponto que defendo há muito tempo: com trabalho sério, a boa literatura também vende. E é de notar que se conseguiu esta situação numa altura em que a Babel não fazia qualquer tipo de comunicação ou marketing.

E na senda das boas notícias, soube que, apesar de continuar desempregado, estou entre os 5% de perfis mais vistos do Linkedin! 

1 comentários:

OCTÁVIO DOS SANTOS disse...

Parabéns, Hugo. Apesar de tudo.

Publicar um comentário